Chibnall também diz que é “cedo demais” para dizer se será uma mulher. O novo chefe de Doctor Who, Chris Chibnall, falou pela primeira... Chris Chibnall: “Tenho uma ideia bem clara sobre o que vamos fazer”

gallery-1476718333-screen-shot-2016-10-17-at-163123

Chibnall também diz que é “cedo demais” para dizer se será uma mulher.

O novo chefe de Doctor Who, Chris Chibnall, falou pela primeira vez sobre o desafio de substituir Peter Capaldi na próxima temporada.

Chibnall irá assumir o papel de showrunner da série da BBC na temporada de 2018 (11ª) – e uma de suas primeiras tarefas como chefe será contratar um novo Doutor.

Ele contou ao Telegraph que, enquanto alguns fãs estão pedindo uma Doutora, é cedo demais para ele decidir gênero ou origem do ator/atriz.

“Nós vamos contratar do jeito tradicional: escrevemos o roteiro, e então vamos procurar a melhor pessoa para interpretar o mesmo”, disse. “Não poderia sair por aí contratando uma ideia abstrata.”

Dito isso, Chibnall revelou que já possui “uma ideia bem clara” sobre como o novo Doutor será.

“As possibilidades criativas são infinitas, mas tenho uma ideia bem clara sobre o que vamos fazer, mesmo sem saber quem irá interpretá-la”.

Então isso significaria que ele será mais novo? Ou alguma outra coisa? Vamos deixar as especulações continuarem…

Steven Moffat revelou que Capaldi – que anunciou sua saída da série no mês passado – quase foi convencido por Chibnall a ficar para uma quarta temporada.

“Peter levou muito tempo para se decidir,” disse Moffat. “Mas acho que ele chegou perto de decidir em ficar.”

A próxima temporada de Doctor Who – a última de Capaldi e Moffat – começa sábado, 15 de Abril na BBC One.

Fonte: Digital Spy


 

Raquel Tegasini

  • Hypado

    março 4, 2017 #1 Author

    Eu amo o Capaldi, mas vai ser muito bom ver um novo Doctor no ano que vem.

    Responder

  • Jakson

    março 11, 2017 #2 Author

    Acho uma bobagem mudar o sexo do personagem para agradar a militância, temos uma mitologia em torno do Doutor, e as mulheres sempre representaram papéis chave nesta mitologia, cada um com sua importância, inserir um personagem mulher era o plano dos criadores originais? O legado deles não importa?

    Enfim, tudo está ficando muito chato no mundo, ao invés de criar histórias incríveis, estamos buscando agradar pequenos grupos barulhentos ou parecer extremamente descolados/progressistas.

    Responder

    • Jéssica Laíse

      março 12, 2017 #3 Author

      1: nem escolheram o ator/atriz que vai ser o novo Doctor.
      2: ninguém falou em agradar ninguém. Isso vai depender do produtor e roteirista da série, o que ELE que com a história.
      3: se dependesse dos criadores originais, a série nem teria tido mais que o primeiro Doctor, pois quando ele ficou doente e precisou sair eles nem sabiam o que fariam com a série, até que alguém teve a ideia da regeneração…
      Amigo, feminismo não é militância, é uma necessidade, vá se informar antes de falar besteira.

      Se o novo showrunner tiver coragem (o que ele não vai ter) ele escala quem ele quiser pro papel. Mas a BBC não vai deixar. Então relaxe no seu mundinho dos anos 1963, que aparentemente não vai mudar muito, no máximo um Doctor negro e olhe lá.

      Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *