Foi lançado no youtube um vídeo amador (portanto não-oficial, obviamente) de uma parte das gravações de James Corden (Craig Owens) gravando ao lado de...

Foi lançado no youtube um vídeo amador (portanto não-oficial, obviamente) de uma parte das gravações de James Corden (Craig Owens) gravando ao lado de Matt Smith (o Doctor) na loja de departamentos House of Fraser, no País de Gales.

Por ser um vídeo amador, o vídeo não é perfeito e a câmera (com seu microfone, obviamente) está longe demais para gravar o áudio da conversa vista neste vídeo, mas o que se pode perceber é que Craig Owens carrega um bebê de colo. Isto pode significar uma de três coisas: (1) Craig trabalha como babá, (2) Craig está cuidando do bebê de algum amigo ou (3) o episódio se passa num futuro próximo, pelo menos 9 meses após The Lodger, onde Craig se tornou pai. Veja o vídeo abaixo:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ZUQG9aTglNg]

Créditos pelo vídeo à @amandak3

Universo Who

Publicações feitas por colaboradores que em algum momento fizeram parte da história deste site desde 2009, mas que não mais fazem parte do projeto.

  • Luis Magalhaes

    março 8, 2011 #1 Author

    Parece ser bom.
    Quando estreia a 6ª temporada? Estou cheio de esperar

    Responder

    • Eddy

      março 8, 2011 #2 Author

      Há rumores mas nada confirmado. Duas datas rolam na web como possíveis datas de início da temporada: dia 9 de abril e dia 23 de abril.

      Mas, como eu disse, são rumores, nada oficial da BBC.

      Responder

  • petraberg

    março 8, 2011 #3 Author

    Aposto na alternativa 3: Greg é um daddy. O quê? Mantinha de bebê parecida com a bandeira americana? rs

    Responder

  • Bianca Cavani

    março 8, 2011 #4 Author

    O cute Doctor-11, Greg, River, Amy, Rory e os espetaculares roteiros de Moffat estão me ajudando a sobreviver. Acho que vou conseguir chegar até abril.

    Tenho alguns princípios que regem a minha vida de apreciadora de filmes/séries. Um deles é o de NUNCA ver filmes que concorrem ou vencem Oscar, porque quase sempre são ruins ou mediocres. Mas assisti a King’s speech. Bem legal, eu o recomendo. Além dos ótimos atores britânicos, aprendi que aquela historinha do rei legal que renunciou ao trono por amor à plebeia americana é uma visão hollywodiana, e também o filme mostra de modo interessante o papel e as responsabilidades da realeza.

    Responder

    • Matheus Carvalho

      março 8, 2011 #5 Author

      Assisti aos 10 indicados a melhor filme, e deles os que realmente mereciam ganhar pra mim foram: Kings Speech e Black Swan…No geral…nada que seja tãaao destacável.

      Responder

      • Eddy

        março 8, 2011 #6 Author

        Não se fazem bons filmes originais há anos, os que se salvam são baseados em algo já escrito ou numa história real, sempre.
        O mesmo se aplica aos piores filmes, sempre são baseados em algo já escrito ou em algum filme antigo (sim, Twilight, estou olhando para você!)

        Sem contar que a academia está a cada ano mais louca, muitas vezes escolhendo filmes ridículos. Ultimamente, quanto mais melodramático, mais chance tem de vencer…

        Responder

  • petraberg

    março 8, 2011 #7 Author

    Falando em filme, vocês assistiram ao Inception? Achei megabom.

    É mesmo, Eddy, os anos de ouro do cinema dos USA já terminaram há muito. Agora são os anos de ouro das séries. Oba!

    Um filme que ganhou o Oscar, do qual eu gostei, foi Crash; já tem uns três anos. Mas olha só, essa premiação tem laços indissolúveis com o mainstream, com o cinema lucrativo, com os atores que dão bilheteria, com a coisa garantida. A Arte, o Novo, a gente vai procurar em outro lugar.

    Última coisa, já estou saindo, no blog Vagalume Rosa tem uma seção de filmes de ficção científica bem interessante. Mas acho que vocês já sabiam disso.

    Responder

    • Eddy

      março 8, 2011 #8 Author

      Não estou por dentro da blogosfera brasileira, não conhecia este blog “Vagalume Rosa”, vou checar assim que tiver um tempo para assistir filmes. 🙂

      Responder

  • petraberg

    março 8, 2011 #9 Author

    Eddy, Inception é obrigatório. Sabe, um sonho, dentro de um sonho, dentro de um sonho, uau, me deixou sem fôlego.
    Bem, mas aviso que deixa marcas profundas na gente. Tipo, agora eu não sei se estou dormindo sonhando que estou acordada, ou se estou sonhando acordada que estou dormindo…

    Responder

  • Bianca Cavani

    março 9, 2011 #10 Author

    Corrigindo: atualmente o Oscar não condiz com qualidade, mas no passado houve muitas premiações merecidas. Para ficar só em uma: A festa de Babette.

    Petra, Inception é muito bom mesmo; um dos melhores a que assisti recentemente. E recebeu muitas indicações para Oscar, porém, se bem me lembro, só ganhou de som (que é maravilhoso mesmo). No Brasil ganhou o nome de A origem (entregando um puta spoiler, malditos).

    Responder

    • Matheus Carvalho

      março 9, 2011 #11 Author

      Ganhou edição e mixagem de som, e efeitos visuais. E sim…eu esqueci de Inception!! É lindo o filme.

      Responder

    • Eddy

      março 9, 2011 #12 Author

      Desde a premiação do Titanic, o Oscar anda tomando o mesmo rumo do navio…
      Não que Titanic seja um filme ruim, mas foi meio overrated.

      Outra hora pego o Inception pra assistir direito, tenho passado o tempo livre assistindo Twilight Zone e jogando jogos de tiro (que, coincidentemente, também são sci-fi…)

      Responder

      • Matheus Carvalho

        março 9, 2011 #13 Author

        E realmente…o Oscar é muito mais lobby do que qualidade…Politicagem pura…

        Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *