Micael, Matheus Carvalho, Karl Fellipe e Vinicius Spanghero se juntam pra falar sobre The Bells of Saint John, o primeiro episódio da segunda parte...

Micael, Matheus Carvalho, Karl Fellipe e Vinicius Spanghero se juntam pra falar sobre The Bells of Saint John, o primeiro episódio da segunda parte da sétima temporada, da estreia da Clara como companion, de facto, e o perigo de usar wi-fi desconhecidos.

[audioplayer http://universowho.org/podcasts/2ponto0_07.mp3]

Download

Vale lembrar que infelizmente não conseguimos recuperar o podcast #05 dessa temporada, e o episódio de Natal (#06) só será postado após o fim da temporada.

Dica: Se não conseguir baixar só clicando nos links, use o botão direito do mouse e selecione “Salvar link como”. 🙂

Feeds no  iTunes e RSS

Universo Who

Publicações feitas por colaboradores que em algum momento fizeram parte da história deste site desde 2009, mas que não mais fazem parte do projeto.

  • Jéssica Laíse

    abril 12, 2013 #1 Author

    Teoria interessante a das datas. Não tinha pensado nisso ainda.

    Responder

  • Fernando Alencar

    abril 13, 2013 #2 Author

    No episódio “A Esposa do Doutor”, a Tardis falou para ele que ela sempre o levava para onde ele era necessário. E no episódio “Pandorica Opens”, a River disse para o Churchill que a Tardis sempre direcionava as ligações para onde fosse necessário.
    PS: Adorei o episódio e o podcast.

    Responder

  • Rilson

    abril 13, 2013 #3 Author

    Ótima discussão, estava com saudades!
    Mal posso esperar pelo podcast de The Rings of Akhaten e Cold War!

    Responder

  • Otoni

    abril 26, 2013 #4 Author

    Outro easter egg foi quando a Tardis aparece nas margens do Tamisa, os sequestradores de almas perguntam se tem certeza que é a Tardis mesmo e que não podem repetir o papelão de Earl Court.
    Em Londres há uma cabine de polícia azul do tipo da “Tardis” em frente a estação de metrô de Earl Court. Os turistas fazem festa diante dela. Eles deixam a entender que foram atrás do Doutor na estação…

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *