Um dos roteiristas de Torchwood, John Fay falou que a quarta temporada terá um tom mais americano. Respondendo a perguntas dos fãs para o Liverpool Daily...

Um dos roteiristas de Torchwood, John Fay falou que a quarta temporada terá um tom mais americano. Respondendo a perguntas dos fãs para o Liverpool Daily Post, ele falou que Miracle Day ainda tem o “o mesmo tom principal”.

“Russell T. Davies e Julie Gardner continuam em seus cargos, mas têm mais personagens americanaas, então provavelmente soará mais americanizada.”

Fay também falou que escrever o 9º episódio da temporada foi de certa forma “assustador”.

“Os outros roteiristas na sala eram fenomenais, não conhecia nenhum deles, com exceção de Russell Davies, mas conhecia o trabalho deles. Acho que nos saimos muito bem.”

O roteirista que já havia escrito dois episódios para Children of Earth, também criticou a insatisfação de alguns fãs com a morte de Ianto Jones.

“Num universo onde personagens fictícios “não podem” morrer é ridículo e limitado. Quando a morte é realidade em uma trama, o risco é maior. Em Torchwood, qualquer um pode morrer. Isso é algo bom.”

 

Fonte: Digital Spy

Universo Who

Publicações feitas por colaboradores que em algum momento fizeram parte da história deste site desde 2009, mas que não mais fazem parte do projeto.

  • Tai

    março 6, 2011 #1 Author

    Eu vou sentir saudades do Ianto, mas é como ele disse, qualquer um pode morrer e isso é um risco que tá claro desde o início de torchwood. Nem me espantei tanto quando ele morreu depois de ver Owen e Tosh indo embora. É natural.
    Espero que essa americanização de certa forma não estrague a série. Tô bastante satisfeita com o jeitinho britânico de fazer as coisas.

    Valeu pelas notícias, gente, vocês são de ouro! XX

    Responder

    • Eddy

      março 8, 2011 #2 Author

      Eu acho que o “tom americanizado” seja por causa da localidade e do sotaque, talvez influencie também na aparência dos aliens, já que a equipe de efeitos especiais deve ser americana para estar perto de onde os produtores vão estar, já que precisam de contato contínuo.

      Eu repito o que sempre disse: Russel e Gardner ainda estão no projeto, eles NUNCA deixariam a série cair em desgraça (pelo menos não de propósito) e ambos sabem que o que faz Torchwood e Doctor Who famosos é o “jeito britânico”.

      Responder

  • Freddy

    março 6, 2011 #3 Author

    Terminei o Children of Earth ontem e tambem fiquei triste com a morte do Ianto, mas como a Tai comentou aqui em cima, depois da morte da Tosh, e a re-morte do Owen, eu já tava meio preparado…afinal, tirando o Jack, todo mundo ali é passivel de morrer. Tomara que a serie não passe de uma seria fatastica pra mais uma seriezinha de investigação americana, afinal, estamos falando de uma serie ligada diretamente a Doctor Who…

    Responder

  • petraberg

    março 6, 2011 #4 Author

    Minha primeira reação ao ler o título – Torchwood americanizada? – foi de pânico (apesar do Guia do Mochileiro das Galáxias), mas depois, refletindo, ora, é claro que não será mais (at all) a nossa série Torchowwod feita em Wales, exclusivamente pela BBC. Agora é uma associação com uma produtora americana, tem em mente outro mercado.
    Isso, por si só, pode ser algo legal. Esperemos para ver. Efeitos especiais, cenários, etc., mais opulentos (rs); alguns dos atores americanos são muito bons (e atrairão o público americano); roteiristas de lá também de respeito (rs). Vamos ver… e torcer…

    Ou então vai ser uma merda… malditos!

    Responder

    • SCBright

      março 6, 2011 #5 Author

      Como venho vaticinando a tempos, vai virar enlatado isso é certo, adeus Trchwood como conhecemos e amamos.
      Damn Americans!!!

      Responder

      • Bianca Cavani

        março 7, 2011 #6 Author

        Eu ainda tenho esperança de que saia alguma coisa que pelo menos não nos deixe ofendidos, dentro da seguinte lógica: nos USA já se fizeram coisas extraordinárias, como, por exemplo BSG, Blade Runner (se bem que o diretor é inglês…), Rubicon, Six feet under, In treatment (se bem que é originalmente de Israel…), e muitas outras – temos, com honestidade intelectual, de admitir isso.
        Agora, se Torchwood ficou com a parte boa dos profissionais americanos, se o produtor da série vê a Arte acima do Dinheiro, a gente tem de esperar e torcer.
        SCBright, a série Episodes tem só 6 episódios (não sei se haverá mais temporadas). Dá uma olhadinha nela. Pelo menos a gente ri um pouco desse choque entre a cultura britânica e a americana.

        Responder

        • Matheus Carvalho

          março 7, 2011 #7 Author

          Episodes felizmente terá uma segunda temporada, com nove episódios…

          Responder

  • Angelo

    março 7, 2011 #8 Author

    ola, acompanhei todas as temporadas de torchwood e doctor who e adorei …principalmente porque comecei por conhecer torchwood primeiro…
    ja sabem as datas de estreia das novas temporadas das series?

    Responder

    • Matheus Carvalho

      março 7, 2011 #9 Author

      Torchwood estréia em junho…Doctor Who em abril, provavelmente, depois da páscoa…

      Responder

    • Bianca Cavani

      março 7, 2011 #11 Author

      Ah, que legal, eu não sabia que já estava decidido que haverá uma segunda temp de Episode.
      Matheus, eu me diverti muito com aquelas falsas colunas greco-romanas e toda a artificialidade de Los Angeles. O casal britânico, em certos momentos, sucumbe diante da exuberância/modernidade da América (que, queiramos ou não, é o império que está dando as cartas para o mundo atual); porém, é claro, na maior parte do tempo eles ficam mesmo é atônitos com as abobrinhas…
      E o Matt, coitado, dá até pena da marca de burrinho que ele ficou por causa do Joey… Quem sabe, com esta série, ele consiga dar a volta…
      Bom, mas estou torcendo para os britânicos ganharem no fim.

      Responder

  • dw

    março 7, 2011 #12 Author

    Não tinha visto o children of earth ainda (to vendo torchwood beeeeem devagar) e não sabia que o Ianto morria… =( uahhua!
    Isso que dá ver atrasado, pego spoilers… =/

    Responder

  • Lucia Winchester

    março 7, 2011 #13 Author

    Achei meio estranha a última declaração. Tá certo que a gente já sabe que uma hora o Jack vai morrer, mas ele não é exatamente um personagem pelo qual você se preocupa com o bem estar…

    Responder

  • Bianca Cavani

    março 7, 2011 #14 Author

    Lucia, deve ser um ingrediente novo que eles vão introduzir, para dar mais adrenalina na gente. Da mesma maneira que Super-homem tem a kriptonita; Aquiles, o calcanhar, etc. O próprio Doctor tem uma vulnerabilidade, que pode invizbilizar sua reincarnação.

    Responder

  • Eddy

    março 7, 2011 #15 Author

    Pessoal, não vamos exagerar. Todo mundo dizia que Harry Potter seria uma m*rda e virou sucesso. Todo mundo dizia que Doctor Who não iria pra frente em 2005 e voltou a ser a série mais popular do UK. Todo mundo dizia que o David Tennant seria um péssimo Doctor e que o Eccleston devia continuar e o Tennant virou o Doctor preferido da maioria.

    Vamos esperar sair para julgar, julgar antes de assistir não vai adiantar para nada além de elevar os nervos sem motivos.

    Responder

  • Bárbara

    março 8, 2011 #16 Author

    Qualquer um pode morrer… menos o Jack, por enquanto!
    E a gente sabe quando ele morre… e vai demorar A LOT, talvez milênios.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *