Depois de muito esperar nós finalmente temos, no penúltimo episódio da temporada, uma história centrada na figura mais interessante dessa série: Miss Quill.... Review Class 1×07: The Metaphysical Engine, or What Quill Did

 

WARNING: Embargoed for publication until 00:00:01 on 22/11/2016 - Programme Name: Class - TX: n/a - Episode: Class - Ep7 (No. 7) - Picture Shows: Miss Quill (KATHERINE KELLY) - (C) BBC - Photographer: Chris Lobina

Depois de muito esperar nós finalmente temos, no penúltimo episódio da temporada, uma história centrada na figura mais interessante dessa série: Miss Quill. O episódio dessa semana faz par com o da semana anterior por contar o que aconteceu com Miss Quill, enquanto os cinco jovens tetavam lidar com a situação de estarem presos fora do tempo e espaço com uma pedra que continha um prisioneiro que acabou afetando a todos fazendo-os revelar alguns de seus segredos e o final do episódio, e após voltarem ao tempo e espaço de onde vieram, os jovens são salvos por uma Miss Quill diferente. Uma cicatriz no olho e cabelos mais longos marcaram a a transformação da personagem, e que além de tudo nos revela que não está mais submissa à Charlie pois finalmente havia conseguido retirar o Arn de dentro de seu cérebro. Como isso tudo aconteceu? é o que pretende nos responder esse episódio.

O episódio se inicia no mesmo ponto em que o anterior começou com Miss Quill mandando os jovens para a detenção, entretanto dessa vez acompanhamos o ponto de vista da Miss Quill da situação. Após deixar os jovens ela parte para o auditório para encontrar com a Diretora de Coal Hill, Dorotheia que prometeu a ela uma maneira de a livrar do Arn. Logo somos apresentados a Ballon, um prisioneiro metamorfo capaz de realizar a cirurgia para a retirada do Arn. Assim, os três entram no dispositivo de Dorotheia em buscas dos materiais necessários para o procedimento em alguns mundos familiares e outros não.

O trailer do episódio gerou bastante expectativa, com bastante ação e momentos de tensão, entretanto o que nos foi entregue foi um episódio um pouco confuso e justamente no episódio que daria foco a personagem mais emblemática da série. Miss Quill desde sempre foi uma personagem que nos despertou interesse e sua personalidade fechada e sarcástica, e por vezes até mesmo amargurada é reflexo de uma bagagem cheia de traumas, entretanto tais elementos de seu passado foram sendo entregue aos poucos. Então, as expectativas para esse episódio estavam bem altas e Miss Quill precisava de um episódio mais amarrado, que abordasse bem a personalidade dela e seus conflitos. As viagens se deram através dos paraísos e inferno dos Arns, Laws e Quills, porém o conceito de cada um foi explorado de forma rasa, e algumas explicações bem mal trabalhadas. A exemplo disso, temos a Deusa dos Quillianos e seu embate com Miss Quill, onde quase no fim da luta a mesma parece ter uma mensagem para passar para a ultima sobrevivente dos Quill e isso é deixado no ar. Fica muito dificil acreditar pelo andar da carruagem que isso será abordado melhor no futuro, a impressão que dá é que isso foi apenas um recurso clichê de batalha para causar um suspense.

Após conseguir recolher os materiais necessários para a cirurgia, a mesma tem inicio no que parece ser o auditório de Coal Hill. O procedimento no entanto custa o olho esquerdo de Miss Quill, e que com a ajuda de Ballon ela consegue obter seu olho de volta, não sem ganhar obviamente uma cicatriz. Toda essa situação aproxima bastante Miss Quill e Ballon, porém o episódio ainda precisava de uma reviravolta e por fim os dois descobrem que estão dentro do Gabinete das Almas e que apenas um deles poderá sair vivo dali, forçando os dois a entrarem num embate doloroso por suas vidas. Não digo doloroso fisicamente, mas emocionalmente, visto que ambos haviam criado um laço durante a missão pelos materiais e pela cirurgia e ambos não estavam preparados para isso. Num dos poucos momentos profundos do episódio, onde podemos ver uma Miss Quill de guarda baixa, Ballon acaba sendo sacrificado (ou se sacrificando? Mais um ponto confuso para o episódio/série) fazendo com que a mesma ganha força para iniciar a sua própria guerra.

Ao fim do episódio somos levados à continuação do dialogo do encerramento do episódio anterior, porém após Charlie confrontar Miss Quill, ela desmaia e não sem antes um close final em sua barriga que começa a crescer. Estaria ela grávida de Ballon? Mais uma questão para ser levada para o season finale de Class, que eu espero de coração que seja um bom encerramento para este ciclo, que responda as perguntas chaves da temporada e que abra possibilidade para uma nova temporada. Class, nem de longe é um primor de série, presenciamos muito mais episódios de medianos para fracos ao longo da pequena primeira temporada do que episódios acima da média, por vezes até saimos decepcionados com as expectativas criadas pelos trailers e o que nos foi entregue de fato. Porém, não desejo o cancelamento para a série, desejo que ela cresça em seu segundo ano, porquê eu definitivamente não estou preparado para me despedir de Miss Quill e seus alunos.

 

E vocês o que acharam do episódio? Se decepcionaram? Suas expetativas foram atendidas? E o que esperam para a season finale?

Vinícius Viana

Farmacêutico, 26 anos, professor, aspirante a Doutor e completamente viciado numa tal série de um cara louco que viaja no tempo numa cabine de polícia azul.

  • Vicente

    dezembro 2, 2016 #1 Author

    Bom, vou ser sincero, Class é chato, o enredo é bom, mas os personagens são, resumindo, um bando de gente chata. Miss Quill é até um personagem interessante, mas o perfil do personagem não é de protagonista.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *