Outro inimigo clássico do Doutor retornará no próximo sábado, depois de 26 anos longe das aventuras do Senhor do Tempo. A quem está se...

Outro inimigo clássico do Doutor retornará no próximo sábado, depois de 26 anos longe das aventuras do Senhor do Tempo. A quem está se perguntando “Mas quem serão esses Silurianos?”, vamos ajudá-lo a entender. Os Silurianos apareceram pela primeira vez numa história do 3º Doutor, Jon Pertwee, lá em 1970. Esse arco, dividido em 7 partes, teve o sugestivo título de Doctor Who and the Silurians.

O roteiro mostrava o Doutor examinando estranhos acontecimentos próximos a um reator nuclear. Suas investigações o levaram a uma caverna, embaixo da usina, onde ele descobre uma raça de inteligentes homens-lagarto que foram acordados de sua hibernação e que agora querem retomar o poder sobre a terra que perderam para os humanos. O Doutor tenta uma negociação pacífica, mas como sempre as coisas não saem muito conforme o planejado.

Em 1972, na história The Sea Devils, é revelado que os Silurianos possuíam primos aquáticos, os Demônios do Mar. Essas criaturas eram um pouco diferentes dos Silurianos; Eles eram maiores, tinham cabeças parecidas com a de tartarugas e estavam hibernando no fundo do mar. Foi o Mestre quem os acordou, na tentativa de exterminar a raça humana.

Os Demônios do Mar

Os Silurianos não voltaram a aparecer durante uma década, até que, em 1984, o 5º Doutor os encontrou na história The Warriors of the Deep. Dessa vez eles tinham se aliado aos Demônios do Mar numa nova tentativa de conquistar a terra. Essa foi a última aparição das duas raças.

O que nos leva ao episódio do próximo sábado, The Hungry Earth. Os seres reptilianos que vimos nos trailers e nas fotos de divulgação parecem diferentes do que já foi visto na série clássica, nos resta saber qual a real conexão deles com os antigos alienígenas. Pode ser que tenhamos visto apenas certo grupo, e outros Silurianos, com uma semelhança maior, apareçam.

Silurianos

Traduzido de: Doctor Who TV

Universo Who

Publicações feitas por colaboradores que em algum momento fizeram parte da história deste site desde 2009, mas que não mais fazem parte do projeto.

  • Adriane

    maio 18, 2010 #2 Author

    Meus inimigos favoritos 🙂
    Espero que o Moffat tenha feito justiça a eles. E falando em Silurians, a primeira aparição deles é pra mim uma das melhores histórias de Doctor Who.

    Responder

  • Marcelo

    maio 18, 2010 #3 Author

    Sempre bom trazer velhos inimigos de volta, até para o andamento do roteiro se economiza um pouco na criação da relação entre os personagens

    Pelo trailer o episódio vai seguir uma linha mais tradicional, focada no suspense e aventura. Acho que vai dar samba

    Responder

  • Bianca Cavani

    maio 18, 2010 #4 Author

    Humm, esses eu não conheço. Estou adorando as novidades da temporada. Salve, grande Moffat!

    Responder

  • Rita

    maio 18, 2010 #5 Author

    Nunca ouvi falar deles, mas parecem personagens muito legal =)

    Responder

  • mtheuscarvalho

    maio 18, 2010 #6 Author

    Eles são bem parecidos, só que alguns estão usando uma espécie de máscara no trailer…

    Responder

  • loly

    maio 18, 2010 #7 Author

    XD

    vamos ver vou amar…….
    gosto muito das parecenças com os originais 🙂

    espero que o Moffat lhes faça juz… 😉

    Responder

  • loly

    maio 19, 2010 #8 Author

    pessoal estive a dar uma vista de olhos e encontrei muitos storybooks do dr who na net….
    XD

    para quem gostar 😉

    http://www.picktorrent.com/download/8e/3303883/250+-doctor-who-ebooks-and-comics/

    sao em ingles…. 😀
    divirtam-se 😉

    Responder

  • teknoid

    maio 24, 2010 #9 Author

    O episódio dos Silurianos foi o episódio que mais gostei da quinta temporada.

    Gostei do episódio por ter um clima non sense e um certo suspense ao estilo das criaturas do episódio “The Empty Child” da primeira temporada.

    Acho que esses episódios mais “Dark” são melhores, com alienígenas ou “intra-terrestres” seja como for, com as piores intenções possíveis e sem tanta “falsa bondade”.

    Espero que a partir de agora o Dr Who continue nesse ritmo e apareçam novos episódios com algum clima mais sombrio e um pouco mais de suspense.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *