Desde 1976, quando o arco The Deadly Assassin foi transmitido, os fãs de Doctor Who sabem o limite de regenerações do Doutor, 12 vezes....

Desde 1976, quando o arco The Deadly Assassin foi transmitido, os fãs de Doctor Who sabem o limite de regenerações do Doutor, 12 vezes. Mas pensem bem, um seriado que a cada minuto aumenta sua franquia, seja com livros, lancheiras, miniaturas, audiobooks, hqs, dvds, histórias em áudio, webcasts, apresentações ao vivo…Bem o que quis dizer é que a BBC não gostaria de manter um limite, fixado há 34 anos, época em que o longevo Doutor, Tom Baker, interpretava a 4ª reencarnação, e 13 Doutores…Parecia um número distante, muito distante. Os padrões atuais o tornam bem próximo, afinal, no início do ano tivemos a 10ª regeneração, e a BBC, logicamente não iria querer que uma franquia como Doctor Who tivesse prazo de validade fixo.

Para o pessoal que acompanha The Sarah Jane Adventures e frequenta o blog, nos últimos dias, os enredos dos episódios foram revelados e The Death of the Doctor, com participação do atual Doutor, Matt Smith, revelará essa nova informação aos fãs da série. De acordo com as informações tidas até agora, será simples e sem explicação. Perguntado por Clyde quantas vezes ele pode regenerar, o Doutor responde que não há um limite.

Fãs mais antigos da série, que acompanharam o 4º Doutor, comentaram que um fato antigo da mitologia da série foi simplesmente esquecido.

Fonte: Guardian

Universo Who

Publicações feitas por colaboradores que em algum momento fizeram parte da história deste site desde 2009, mas que não mais fazem parte do projeto.

  • petraberg

    outubro 12, 2010 #1 Author

    Eu quero mais é que o Doctor viva para sempre! E, como aprendi com a Brenda, de Six Feet Under, a única coisa certa na vida é que tudo muda. Então, que mude a também a mitologia… ainda mais que é para melhor.

    Responder

  • Eric

    outubro 12, 2010 #2 Author

    Esse limite não tinha sido estabelecido pelos Time Lords, que agora não são mais relevantes?

    Sempre achei que era mais ou menos uma formalidade

    Responder

    • Wendel

      outubro 13, 2010 #3 Author

      Sempre pensei o mesmo. QUe o limite de 12 teria sido estabelecido pelos time lord.

      Responder

      • CHESMO SILVA

        maio 13, 2013 #4 Author

        Uma coisa é certa pra quem acompanha a série, o Doutor mente.

        Responder

  • Paty

    outubro 12, 2010 #5 Author

    É ótimo que ele viva mais, seria horrível ter que acabar a série do nada com o sucesso que ela é. Só que o texto deu uma impressão de que nem se darão ao trabalho de arrumar um motivo bom para ele ser “imortal”, simplesmente vão esquecer o cannon da série e isso seria péssimo. =/ Espero que ele possa viver muito mais, mas que tenha uma explicação boa por trás e não apenas o lucro da série.

    Responder

    • Matheus Carvalho

      outubro 12, 2010 #6 Author

      É o único problema, não parece que vai ter algo…É imortal e fim de papo. Não gosto disso. Por mim poderiam criar toda uma história quando o 12º Doutor estivesse em exibição… Uma história de como ele conseguiria regenerar mais que isso…

      Responder

      • Paty

        outubro 12, 2010 #7 Author

        Verdade, seria muito melhor resolverem isso com o 12°. Até porque todo mundo ficaria apreensivo com a ideia de ser a última temporada de Doctor Who… seria bem mais marketeiro e daria para desenvolver uma boa história na série mesmo e não uma citação numa spin-off.

        Responder

    • Daniel Bart Pinheiro

      julho 19, 2013 #8 Author

      Bom, outro dia eu estava vendo que os Time Lords viraram o que são por causa da exposição prolongada ao vórtex, e o Doctor sempre viajando através do vórtex, poderia ter influenciado mais ainda a genética do Doctor, porque a River foi concebida dentro da TARDIS e mesmo não sendo um Time Lady, ela pode (ou podia, não sei) regenerar pelo menos. Quem sabe essa exposição ao vórtex não tenha também influenciado na genética do Doctor.

      Responder

  • Adriane

    outubro 12, 2010 #9 Author

    Ainda acho incrível que o Russel conseguiu se conter a ponto de só contar aos fãs sobre isso no meio de um episódio ao invés de fazer todo um arco cheio de explosões como foi End of Time.

    Responder

  • Matheus ‘Kajima’

    outubro 12, 2010 #10 Author

    Acabei de levantar a placa ‘EU JÁ SABIA’. Era meio óbvio que a BBC não iria querer perder sua galinha dos ovos de ouro. Mas eu realmente espero que possam dar uma explicação coerente, pode até não acontecer na fase do Matt Smith, mas espero que ao menos aconteça. Lembrem-se crianças: Rule 1 – The Doctor Lies.

    Responder

    • Matheus Carvalho

      outubro 12, 2010 #11 Author

      Fico esperando que ele minta nas duas vezes. E num dia, quando o programa não tiver mais dando audiência (vai demorar muito tempo), quando o Doutor estiver morrendo, sinta que não vai regenerar e perceba que é sua última encarnação…

      Responder

  • luis magalhaes

    outubro 13, 2010 #12 Author

    Eu acho é que a River está envolvida na importalidade dele, aliás eu acho que ela é só mesmo para isso.

    Responder

  • Kirk

    outubro 13, 2010 #13 Author

    Eu acho que vai ser uma eventual mentira do Doutor para despreocupar a Jo e a Sarah. Assim como pode ser, também, forma de dizer. Como quando dizem “ele sempre estará vivo em nossos corações”.

    Responder

  • Gabi

    outubro 13, 2010 #14 Author

    Li essa notícia três vezes antes de entender o que tava escrito, depois veio um momento de pura negação: “Eu te amo doctor mas você só tem 12 regenerações”.

    Agora depois de alguma integrais (verdade) pensei, putz é doctor who eu aceito praticamente qualquer coisa que eles fazem! Se ele é imortal que justifiquem plenamente, num bom roteiro, que seja bom como doctor who é!

    Que venha uma boa explicação…

    Responder

    • Matheus Carvalho

      outubro 13, 2010 #15 Author

      É o que espero também gabi…Por que se ficar assim na base do ser por ser…Desconstroi a mitologia…

      Responder

  • Eddy

    outubro 13, 2010 #16 Author

    Há quem diga que o limite de regenerações era apenas uma lei dos Time Lords, para nenhum deles se sobressair e se tornar mais poderoso que os outros, e que havia algo dentro da sociedade Time Lord que impedia mais regenerações (possivelmente alguma coisa relacionada à Matriz que forçava os Time Lords a negar regenerações subsequentes) mas, agora que eles se foram, isto não existe mais e não há limite.

    Responder

    • Eddy

      outubro 13, 2010 #17 Author

      E esta mesma coisa na Matriz pode ser a que foi usada para forçar o segundo Doctor a regenerar e a mesma que deu um novo ciclo de regeneração do Master quando foi ressuscitado na Time War.

      Responder

  • Laivindil

    outubro 14, 2010 #18 Author

    Bom, o negócio é: a BBC não iria acabar com a série por isso, lógico. Mas é uma regra da série e eu realmente achava que seria um grande tema quando chegasse na época, a luta do Doutor pra se manter vivo e tal. Eventualmente ele conseguiria, mas teríamos uma explicação melhor do que simplesmente ignorar.
    Lembrando que uma das motivações antigas do Mestre, era ter seu ciclo de regenerações reiniciado, já que as dele haviam esgotado. Ou seja, não é simplesmente uma regra teórica.

    Responder

  • Bianca Cavani

    outubro 15, 2010 #19 Author

    Eu penso que eles vão, sim, dar uma explicação, e é fácil para a mente criativa dos roteiristas da série “bolar” alguma coisa até bem interessante, que não “macule” a mitologia e seja bem satisfatória. Eu não me preocuparia com isso…

    Responder

  • AndreSF

    outubro 16, 2010 #20 Author

    Se for assim vai ser uma desculpa fácil. Eu esperava que o décimo-segundo doutor(Depois de uma épica cena falando que ele iria morrer)sofresse algum problema/coisa/whatever que fazia ele ter outras 12(Ou mais) regenerações.
    Outro modo facíl de resolver é fazer um contrato gigante com o ator que fará o 12º doutor, para que assim ele nunca morra 😀

    Responder

  • Bianca Cavani

    outubro 16, 2010 #22 Author

    “Tipo”, contrato gigante com um ator timelord, que vivesse uns 900 anos, mas bem pacato, para não passar por nenhuma regeneração e não mudar de cara durante a série…

    Responder

  • William Barch

    novembro 1, 2010 #23 Author

    Não sei se tem alguma coisa a ver ou se alguém já notou isso, mas a “idade” do Doutor tem diminuído a cada nova transformação. O primeiro doutor, William Hartnell, tinha 55 anos quando estreou a série (observação: levei em conta apenas o ano no cálculo, o que significa que talvez tivesse 54 anos, o mesmo vale para os outros). Peter Cushing, o Doutor Who do cinema, tinha 52, e o sucessor de Hartnell, Jon Pertwee, tinha 51. Até David Tennant (34 anos), todos tinham mais de quarenta quando estrearam no seriado, exceto Peter Davison, que tinha 30. Matt Smith (28) foi o mais jovem Doutor da história da série. Claro que estamos falando da idade do ator, não da personagem, que continua com mais de 900 anos, mas também nos referimos a suas aparências físicas. Talvez tenhamos algum Doutor mais jovem (18 ou 20 anos, por exemplo) e, quem sabe, um Doutor adolescente ou até criança num futuro ainda incerto.
    Quem está habituado com personagens longevos (como Batman ou Superman, por exemplo) sabe que nada é definitivo no universo deles, quando algum fator definido por um antigo roteirista é empecilho para prosseguir a trama, eles simplesmente ignoram o passado, alteram a cronologia e seguem em frente. Quem definiu que o Doutor só poderia “ressuscitar” dez vezes ou não previa que a série duraria tanto ou não imaginou que ela chegaria tão rápido. Embora já tenha baixado A Morte do Doutor, ainda não assisti, portanto estou escrevendo antes de saber de fatos novos.

    Responder

    • Matheus Carvalho

      novembro 1, 2010 #24 Author

      O Davison tinha 29 quando assumiu…Mas de fato, isso vem acontecendo…Espero que pare por aí e que venha um Doutor mais velho depois do Smith. Contrastar um pouco com a personalidade do atual é bom.

      Responder

    • João

      janeiro 7, 2011 #25 Author

      Isso de regenerá não veio da série, existe muito antes de se pensar em existir a série de TV.

      Isso é do livro, e acho que não vão poder escapar disso

      Responder

      • Matheus Carvalho

        janeiro 7, 2011 #26 Author

        Livro? Os livros de Doctor Who que existem são baseados na série…

        Responder

    • CHESMO SILVA

      maio 13, 2013 #27 Author

      Será q os time lordas em vez de envelhecerem eles ficam mais novos, ou seja, eles encolherão até se transformar em uma criaça… muitas coisas ainda estão por ser reveladas como o nome do Doutor, q eu acho q ele não tenha e tá só enrolando.

      Responder

  • CHESMO SILVA

    maio 13, 2013 #28 Author

    é fato que Doctor Who vem sendo uma das séries de mais sucesso e em cada ano conquista fans no mundo todo, inclusive eu aqui. Se você reaparar bem do filme 8º Doutor pra cá o fato da sua regeneração vem sendo mais especifico, como já citado que o Doutor Matt Smith vem dizendo que não há um limite os outros Doutores também deixaram isso claro, com o Tennant por exemplo,ele diz que os antigos Time Lords ou senhores do tempo estabeleceram esta regra, porém ele diz que ele é o unico Time Lord e é o unico sobrevivente então ele manda no tempo não o tempo manda nele, outros também já diceram está mesma frase ou quando o Matt quase morre ele manda ele mesmo prai mpedir, ou seja, o Doutor mesmo tendo limite ele sempre terá uma solução para impedir sua morte ou você não sacou que o Doutor se safou várias vezes, agora uma coisa não entendi. Como assim o Doutor só pode se regenrar 12 vezes e tem 13 vidas? então é 13 vezes que ele pode se regenerá?.

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *