Como muita gente já apontou e eu fui perceber da terceira vez que vi a cena, o Brasil fez uma pontinha com a aparição...

Como muita gente já apontou e eu fui perceber da terceira vez que vi a cena, o Brasil fez uma pontinha com a aparição do Cristo Redentor no episódio, durante o monólogo que foi praticamente a representação visual do “I’m the Doctor, and you’re in the biggest library in the Universe, look me up” de “Forest of the Dead”, segue o screencap:

E com certeza a semana será recheada de discussões sobre o epi, mas para mim foi o típico episódio do Steven Moffat, da melhor maneira possível, você morre de medo, ri da comédia, ri de nervoso, pensa um milhão de vezes “que frase esperta!” e quer rever uma série de cenas imediatamente só para apreciar mais um pouco o gostinho delas. E, pelo menos pra mim, conseguiu superar uma expectativa absurda. Teria melhor começo de temporada?

Universo Who

Publicações feitas por colaboradores que em algum momento fizeram parte da história deste site desde 2009, mas que não mais fazem parte do projeto.

  • Katrina

    abril 4, 2010 #1 Author

    Se me permitem a expressão… PUTAQUEOPARIU!

    Levei 6h pra baixar o episódio com minha conexão capenga, mas… Superou MUITO a expectativa. Matt já me convenceu como Doctor. Amy também já ganhou o meu amor. Enfim.

    Eu estou HISTÉRICA! E só não vejo de novo AGORA porque são 2h30 a manhã. XD

    E só pra completar: das Companions, Amy me pareceu a que mais mereceu viajar com ele. Porra… esperar o cara 14 anos? Com desenhinhos e bonequinhos? Merece, essa merece!

    Responder

    • Breno Costa

      abril 4, 2010 #2 Author

      “Amy Pond, the girl who waited. You’ve waited long enough.” – Ainda bem que o Doutor reconhece, né?

      Imagina o quão foda deve ser ficar esperando o Doutor reaparecer? Ele, o ser mais fantástico do universo, que vai embora sem deixar recado.

      A gente, que tinha data e hora para revê-lo, já ficamos loucos, imagina a coitada da Amy?

      Aliás, para um Senhor do Tempo, o Doutor se atrasa constantemente :p

      Responder

      • Katrina

        abril 4, 2010 #3 Author

        “Aliás, para um Senhor do Tempo, o Doutor se atrasa constantemente :p”

        HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!! MUITO!

        Mas sério, a cena da pequena Amy enchendo a maletinha de roupas me doeu na alma, porque eu ja tinha visto spoiler que ele só voltaria com ela crescida, então eu sabia que a espera dela era em vão. Nossa. ç.ç

        E ow, Amy é meio doida das idéias ou só eu notei isso? XD

        Responder

    • deborasouza

      abril 4, 2010 #4 Author

      Concordo e todos os sentidos possíveis, e por que agora já sao 3h00…

      Achei ela um pouco tresloucada sim, naquele diferente/bom que se desenvolve ao longo da temporada…

      Responder

  • Katrina

    abril 4, 2010 #5 Author

    … Um addendo: Das Companions da nova era. Não assisti a série clássica ainda. XD

    Responder

  • Time Lady

    abril 4, 2010 #6 Author

    O Doutor se identificou com a Amy.

    Acredito que ele olhou para ela, uma criança que de repente perdeu os pais, as figuras que mais amava e teve que se mudar para outro lugar e morar com uma tia que poderia tranquilamente ser denunciada ao conselho tutelar por deixar uma criança sozinha em casa como ela faz no epi, e ele se viu ali.

    Ele também foi privado, ano após ano das pessoas que gostava, a Rose, no universo paralelo, a Martha simplesmente se foi porque tinha outros planos e a Donna saiu de uma maneira dramática e a meu ver, sem volta, como se tivesse morrido.

    E ambos continuaram destemidos apesar de estarem enfrentando situações ímpares e assustadoras.

    Acho que isto foi decisivo para ele voltar, são dois solitários, acho que ele queria dar àquela criança alguém em quem confiar e de alguma forma, ela é tb uma pessoa em quem ele poderia se apoiar. =)

    Responder

  • Bianca Cavani

    abril 4, 2010 #7 Author

    Para mim todas as companions foram maravilhosas (inclusive a companion que não foi, Lady Cristina de Souza); cada uma trouxe um novo olhar e contribuiu, junto com outros elementos, para a série Doctor Who jamais perder o seu frescor.
    Quanto a envolvimento romântico, porém, o Doctor e Rose formaram o casal que mais gostei. Eles eram perfeitos juntos: eu os via e já vinha um sorriso no meu rosto (e, em Doomsday, muitas lágrimas…).
    Adorei a Amy e, como já foi dito em entrevistas, vem mooita coisa pela frente.

    Responder

  • Tia Laura

    abril 4, 2010 #8 Author

    Ainda estou baixano o episódio, então, nem li os comentários. Só queria postar um comentário porque não sei se alguém viu, o “Alfabeto mais Geek do Mundo”, http://www.planobeta.com/2010/03/o-alfabeto-mais-geek-do-mundo/

    Atenção para as letras D, T e Z. ^^

    Responder

  • Nádia

    abril 4, 2010 #9 Author

    Doctor Who querendo conquistar o público brasileiro! Haha, imagina uma coisa dessas. =]

    Bom, ainda não assisti. Mas me animei com os comentários muito positivos do pessoal aí.

    Responder

  • Tom Baker

    abril 4, 2010 #10 Author

    LOL.
    Tintin and a Timelord Taking Tea in Tibet.

    Responder

  • Katrina

    abril 4, 2010 #11 Author

    Agora eu to esperando o Podcast. ;D

    Responder

  • Luana Barbosa

    abril 4, 2010 #12 Author

    EXCELENTE! De primeira eu estranhei os efeitos especiais, o clima é muito diferente das outras temporadas. Mas foi ótimo no final das contas, senti um pouco daquele choque inicial das primeiras vezes que assisti Doctor Who.

    E Matt Smith está mais que aprovado. Pena que ele contracena com a Amelia Pound criança só em um episódio, gostei tanto dos dois juntos!

    Responder

    • Katrina

      abril 4, 2010 #13 Author

      LUAAAANA! Minha parça! Aquela que assistiu o episódio comigo, via skype, à 1h da manhã! (L)

      E fato, a pequena Amelia Pond era absolutamente adorável! Eles formavam uma boa dupla.

      E só adicionando um detalhe… adorei ver que o Doctor tá prestes a reencontrar a River Song e mostrou o TARDIS pra Amy abrindo a porta com um estalar de dedos. Achei propício. E lógico que isso não tá lá atoa. XD

      Responder

  • AndreiaH

    abril 4, 2010 #14 Author

    próximo episódio: The Beast Below. Credo, até parece que o Diabo vai voltar =D

    Responder

  • Mikaella

    abril 4, 2010 #15 Author

    ADOREI O EPISÓDIO.
    *-* Foi muito emocionante, engraçado, muito bom! 😀 Matt Smith fez um ótimo Doctor, e a nova companheira parece ser muito boa também (apesar de que a pequena Amelia me cativou mais s2)! Estou ansiosa pelos próximos episódios. 🙂

    Responder

  • scbright

    abril 5, 2010 #16 Author

    O Math mandou bem, mas uma nota dez para a Amy que além de ser tão doida quanto o Doctor e esperar o cara por 12+2 anos ainda é uma tremenda gatinha.

    Responder

  • maira castro

    abril 7, 2010 #17 Author

    meu blog sobre series britanicas http://serieuk.blogspot.com/

    VISITEM….

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *