Certo. É isso que irei fazer. Vou lhe contar uma história. Você pode ouvi-los? Todas essas pessoas que viveram com medo… de você e do seu julgamento. Todas essas pessoas cujos ancestrais se...

Certo. É isso que irei fazer. Vou lhe contar uma história.

Você pode ouvi-los? Todas essas pessoas que viveram com medo… de você e do seu julgamento. Todas essas pessoas cujos ancestrais se dedicaram. Sacrificaram-se. Para você.

Pode ouvi-los cantando?

Mas você não é um deus. É só um parasita alimentando-se com ciúme e inveja… ansiando pela vida dos outros.

Você se alimenta deles. Na memória do amor, da perda, nascimento, morte, alegria e tristeza.

Então…

Vamos lá, então.

Pegue a minha. Pegue as minhas memórias.

Mas eu espero que tenha um grande apetite. Porque eu vivi uma vida longa… e eu vi algumas coisinhas.

Eu escapei da última Grande Guerra do Tempo.

tumblr_mkx0wuXlr61qb27jeo9_r1_250

Eu assisti a morte dos Senhores do Tempo.

Eu vi o nascimento do Universo e assisti o tempo esgotar-se, momento após momento, até não restar nada!

tumblr_mkx0wuXlr61qb27jeo2_250

Nem tempo! Nem espaço!

Só eu!

tumblr_mkcjjuUjju1rvlp7eo7_250

Eu andei em universos onde as leis da física… eram concebidas pela mente de um homem louco!

tumblr_mkx0wuXlr61qb27jeo3_r1_250

Eu assisti universos congelarem e criações queimarem!

tumblr_mkx0wuXlr61qb27jeo5_r1_250

Eu vi coisas que você não acreditaria!

Eu perdi coisas que você nunca entenderá!

tumblr_mkv2cs9c2i1qfpkmdo1_500

E sei de coisas! Segredos que nunca devem ser revelados!

Conhecimentos que nunca devem ser contados!

Conhecimentos que fariam deuses parasitas queimarem!

tumblr_mkx0wuXlr61qb27jeo7_r1_250

Então, vamos lá!

Pegue!
Pegue tudo, criança!

tumblr_mkwiuo5Ya91r30tfoo4_500

 

Tradução by The Tozz.

Jéssica Laíse

Uma guria viciada em seriados, esportes e música. Nasci em 23/11/1991, coincidência? Moro no interior de São Paulo, mas vivo sonhando com as terras do pampa gaúcho.

  • Rogerio Reis

    abril 8, 2013 #1 Author

    Uau, é isso aí! Me arrepiei! Nosso Doutor neste discurso mostrou vigor e determinação! Doctor Rules!

    Responder

  • Matheus Biagini Pereira

    abril 8, 2013 #2 Author

    Um de seus Melhores discursos, isso trouxe uma nova vida a serie

    Responder

  • Bruno Felipe

    abril 8, 2013 #3 Author

    Essa parte do discurso foi incrível. Isso porque o Doutor passou o episódio todo relutante em entregar a chave de fenda sônica para no final entregar o que era de mais precioso.

    Responder

  • Luan Vinicius

    abril 8, 2013 #4 Author

    E Tudo isso com uma baita música e coro de fundo pra derrubar todo bom Whovian que se prese kkk Até agora, um dos melhores episódios dessa temporada, sem dúvida.

    Responder

  • Jaboatão

    abril 8, 2013 #5 Author

    Só não concordo muito com a escolha do DreamLord como mad man dos universos distorcidos pelas leis da física. Acho que ele estava se referindo a algum episódio clássico. Como o episódio The Mind Robber, em que um escritor está preso em uma máquina e controla e distorce um universo inteiro só com a mente.

    Responder

    • Jéssica Laíse

      abril 8, 2013 #6 Author

      Sério que vocês vão implicar com a imagem?

      Responder

      • robert

        abril 8, 2013 #7 Author

        Sim, lógico que vamos. Tem algo mais útil pra fazer? hahahahahha

        Responder

        • Jéssica Laíse

          abril 8, 2013 #8 Author

          Calma, vou listar umas coisas:
          – Todos os dias correr atrás de informações sobre Doctor Who.
          – Traduzir todas as informações achadas sobre Doctor Who.
          – Todo Sábado correr atrás de links para que pessoas ~legais~ como você possa baixar Doctor Who no Sábado mesmo.
          – Aguentar pessoas ~legais~ perguntando da legenda em PT-Br no Sábado, sendo que a mesma só sai no Domingo.
          – Aguentar viúvas que vem chorar aqui.
          – Aguentar pessoas achando que somos SAC da BBC E da Tv Cultura
          – Embutir legenda no MKV legendado.
          – Aguentar mimimi por causa de RMVB (Alô, 2008 chamando)
          – Gravar podcasts
          – Arrumar links quebrados no site
          – Procurar e postar livros sobre Doctor Who
          – Aguentar pessoas perguntarem sobre algo que você JÁ escreveu no post, mas a preguiça da pessoa é tanta, que nem ler o post ela se preza
          – Aguentar comentários idiotas (muitos) como o seu
          – Poucas pessoas reconhecerem o trabalho que nós temos, a maioria está aqui só pra tumultuar mesmo.
          AAAAH, e fazer SÓ isso DE GRAÇA!

          Responder

  • Airton

    abril 8, 2013 #9 Author

    Dois fatos notáveis: Uma parte do discurso, quando ele fala “of shoes, of sealing wa, of cabagges, and kings” é uma referência a um poema do Lewis Carrol. Não sei o nome mas ele começa “Now is the time to talk about many things”. Como tudo do Lewis Carrol é bem surealista.
    A segunda, quando vi me deu uma vontade enorme depois de ver o ultimo capítulo da primeira temporada de Torchwood. Onde o Jack fala para o demonio Abadon, “venha pegue tudo”, é bem semelhante a cena com o Doutor.

    Responder

  • Paula

    abril 8, 2013 #11 Author

    Eu sou a única a achar que o Matt Smith não é bom dando esses grandes discursos e entregando emoções? O 9th e o 10th eram bem melhores nisso.

    Responder

  • Jack Freeman

    abril 8, 2013 #20 Author

    Já é a segunda vez que aparece um Sol vivo, esse episódio teve muitos coisas sem explicar… Erros clássicos de atmosfera e gravidade, mas no final esse discurso compensou.

    Responder

    • william

      abril 9, 2013 #21 Author

      se quer ver teorias de gravidade e atmosfera dando certo exite o discovery channel, jovem

      Responder

    • Jack Freeman

      abril 9, 2013 #22 Author

      A série é classificada como ficção científica me desculpa se eu acho estranho eles estarem em locais com 1.0g de tamanhos diferentes ou eles vagando pelo espaço sideral sem nenhum traje igual à esse episódio, mas já que nem os espectadores e nem os roteiristas se incomodam então quem sou eu…

      Responder

  • Maria fernanda

    abril 8, 2013 #23 Author

    Da vontade de chora com que ele falou, as palavras o jeito que ele falou!!!

    Responder

  • Ayla Tereza

    abril 8, 2013 #24 Author

    Cara, foi nesse episodio que o Matt Smith terminou de conquistar meu coração, e sinceramente, irei chorar tanto quando ele for sair do seriado, tanto quanto na saida do Tennant. Ele foi tão lindo nessa cena. <3

    Responder

    • Jéssica Laíse

      abril 8, 2013 #25 Author

      Tu demorou 3 anos pra deixar ele te conquistar? Ele me conquistou em Eleventh Hour já.

      Responder

      • Wagner

        abril 9, 2013 #26 Author

        “Tu demorou 3 anos pra deixar ele te conquistar? Ele me conquistou em Eleventh Hour já”.

        Exato. Bem quando ele diz: “hello I’m The Doctor! Basically, RUN!” Impossível não se arrepiar durante toda aquela sequência, que vai desde o rosto de todas as reencarnações do Doctor até a hora em que o Matt diz essa frase.

        Responder

  • Nathalia Bitencourt

    abril 8, 2013 #27 Author

    Eu vi o episódio às 2hs da manhã de sábado pra domingo e eu chorei nessa cena 🙁

    btw eu vi os photosets de onde você tirou as imagens

    Responder

    • Jéssica Laíse

      abril 8, 2013 #28 Author

      Hun, peguei no tumblr mesmo. Só digitar Rings of Akahaten que aparece.

      Responder

  • meág

    abril 8, 2013 #29 Author

    ele fala com tanta emoção, e ainda mais com essa música de fundo. não parece que é um seriado, parece que é real. que ele tá mesmo sentindo tudo aquilo. é surreal. é isso que te faz gostar de doctor who (entre outras incontáveis coisas), mesmo sendo sci-fi, é tão consistente que parece real. parece que tudo realmente aconteceu há muito, muito tempo atrás e agora alguém está contando pra gente. você fica até esperando seu homem maltrapilho pousar em sua cabine azul, esperando ser boa o bastante para fazer uma viagem.

    Responder

  • Rafaella

    abril 8, 2013 #30 Author

    Gente… Esse foi O discurso. E épico, ainda por cima. Ficará marcado na mente de qualquer whovian. Eu me arrepiei inteira. E aquela lágrima discreta rolando pelo rosto dele… Puts, muito… Nem sei como descrever! Aquela música de fundo deu um ‘q’ a mais. Será que alguém sabe qual o nome da música ou quando vai sair a trilha sonora?

    Responder

    • Lucas Victor

      abril 9, 2013 #31 Author

      Na série ela é chamada de The Long Song, provavelmente setá o nome na trilha sonora oficial quando lançar 🙂

      Responder

      • Rafaella

        abril 9, 2013 #32 Author

        Obrigada, Lucas. Eu devia ter me atinado pra esse detalhe xD

        Responder

  • Débora

    abril 8, 2013 #33 Author

    caiu duas lágrimas agora

    Responder

  • Daniel

    abril 8, 2013 #34 Author

    Com essa cena pude perceber o quanto o Matt Smith evoluiu e amadureceu com o personagem nesses 3 anos, para mim o Matt hoje é um ator melhor do que ele era em 2010.

    E uma coisa que eu estou gostando desses episódios, não são falas, as histórias, mas as expressões do Matt e da Jenna que conseguem passar um sentimento real.

    Responder

  • robert

    abril 8, 2013 #35 Author

    O décimo-primeiro-doutor tem sérios problemas com discurso: Ele faz o discurso e depois perde a batalha, igual na ‘Abertura de pandórica’.

    Responder

  • Mayara

    abril 8, 2013 #36 Author

    Chorei .. de novo

    Responder

  • Letícia

    abril 9, 2013 #37 Author

    Muito emocionante esse discurso, :’)

    Sabem onde posso encontrar as músicas que cantaram nesse episódio em Mp3? Gostei muito delas.

    Obrigada. :’)

    Responder

  • ~Luis

    abril 9, 2013 #38 Author

    Amo os dircursos do Matt, tão cheios de emoção! Sempre que ele faz um ato heróico ele se dedica por inteiro; e o engraçado é que depois ele sai rindo e debochando do oponente que ele estava pronto para entregar a vida… “The Eleven is the best”

    Responder

  • Marlucci

    abril 9, 2013 #39 Author

    Hum, lindo o discurso. Mas eu fico bolada quando eu vejo o pessoal relacionando o trecho “perdi coisas que você nem imagina” somente à companions da série atual. Como eu vi no tumblr ontem. Alguns até disseram que ele falou isso por causa da Rose. Sério mesmo? Você percebe na voz dele, na emoção dele que ele carrega o peso de várias vidas que se foram… Muitas pessoas que morreram e que ele gostava como os familiares ( e porque não os companions que morreram porque ele não teve a chance de salvar) e até mesmo todos os Time Lords que se foram. Será que só eu enxergo dessa forma? Ficou muito mais do que claro isso. Na minha opinião ele não tava nem pensando na Rose naquele momento porque ela tava bem, ela partiu bem e seguiu seu caminho. Quando é que o pessoal vai perceber que a vida do Doutor não gira em torno da Rose?

    Responder

    • Rafaella

      abril 9, 2013 #40 Author

      Concordo com você, Marlucci. Você falou exatamente o que eu penso. A Rose foi uma companion marcante, mas não foi A companion. O interessante é que todos relacionam “perdas do Doctor” com a Rose. Gente, até o Mestre que era inimigo mortal do Doctor causou dor pela sua morte no episódio “The Last of Time Lords”. Enfim. Não é a Rose o centro do discurso, mas, sim, todos aqueles que passaram pelo Doctor.

      Responder

  • Guilherme

    abril 10, 2013 #41 Author

    Eu achei que a parte do “universes where the laws of physics were devised by the mind of a madman” era uma referência ao Omega…

    Responder

  • Ana Gabriele

    abril 13, 2013 #42 Author

    Nossa eu chorei nessa parte foi mt emocionante!
    E a respeito do pessoal sempre criticar, ou colocar defeito em q vcs põem, digo parabens pela paciencia de ainda não te-los mandado tomar naquele lugar…..
    Parabens pelo trabalho de vcs q é maravilhoso!
    Continuem sempre assim

    Responder

  • Gabriela

    abril 13, 2013 #43 Author

    ♥ Esse discursso foi INCRÍVEL,deu pra ver a tristeza,as esperiências a solidão,tudo que é preciso pra derrubar um Whovian, eu achorei demais,ainda mais aquela música de fundo,foi realmente uma das cenas mais emocionantes que eu ja vi,quando ele chorou eu desabei velho eu chorei tambem ele conseguiu passar toda a dor… foi realmente Inesquecível.

    Fiz um post para tumblr quem quiser, rebloga!(coloquei créditos)
    http://time-space-stuff.tumblr.com/post/47877315513/the-rings-of-akhaten-chorei-nessa-parte-tente-nao

    Responder

  • João víctor leão

    agosto 28, 2014 #44 Author

    Cara se vc escutar a musica the rings of akhaten e ler isso ao mesmo tempo vc chora … pq eu chorei … dw é tao bom q consegue fazer as pessoas se emocionarem e faz as coisas malucas parecerem reais … faz o coraçao bater mais rapido … ainda bem q existe dw

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *