A nova temporada de Doctor Who trará o Senhor do Tempo acompanhado pela primeira companion abertamente gay. A sexualidade de Bill Potts será revelada... Doctor Who terá primeira companion abertamente gay

10

A nova temporada de Doctor Who trará o Senhor do Tempo acompanhado pela primeira companion abertamente gay.

A sexualidade de Bill Potts será revelada logo de cara em sua segunda fala em um diálogo no episódio de estreia da 10ª temporada.

“Não deveria ser grande coisa no século 21. Já é hora, não é?” Pearl Mackie, que interpreta Bill, disse à BBC. “Essa representação é importante, especialmente em uma série de grande relevância.”

Ela acrescentou: “É importante dizer que pessoas são gays, que pessoas são negras – que também existem aliens no mundo, então tome cuidado com eles.”

“Me lembro de ver TV quando ainda era uma garotinha de raça mista e não encontrar muitas pessoas parecidas comigo, então acho que ser capaz de se reconhecer visualmente em uma tela é importante.”

“[Ser gay] não é a principal definição da personagem – é algo que é parte dela e é algo com que ela está muito feliz e muito confortável.”

Personagens gays e bissexuais já passaram pela série antes, como Capitão Jack e River Song, mas é a primeira vez que uma companion do Doutor é abertamente gay.

Mackie – que está assumindo a posição de Jenna Coleman como nova companion – disse que ser o centro das atenções, desde que seu papel foi anunciado em abril do ano passado, tem sido “meio insano”, mesmo sem aparecer nas telas antes desta Páscoa.

“Minha conta no Twitter saiu de 400-e-alguma-coisa para 16.500 seguidores em aproximadamente duas horas, aquilo foi absurdo” ela disse.

“Mas tem sido muito agradável, todos parecem estar bem animados. É como ser introduzida em uma família e todos os fãs tem sido muito acolhedores.”

A atriz, que estava atuando na produção “The Curious Incident of the Dog in the Night-Time” de “West End” quando foi escalada para o papel de Bill, o qual disse ser “o maior trabalho que eu já fiz”

“Olhando para o elenco mais antigo, [a série] só fez coisas maravilhosas para a carreira deles – Matt Smith está fenomenal em ‘The Crown’, Jenna Coleman fez ‘Victoria’ e Billie Piper está fazendo coisas incríveis,” ela disse.

“Para mim, mesmo se eu fizer [uma pequena parte] dessas coisas, seria incrível. É uma plataforma extraordinária para mim e abre muitas portas que não estavam necessariamente abertas antes – é muito emocionante.”

Doctor Who retorna às telas em 15 de abril na BBC One.

FONTE

Raquel Tegasini

  • Maníaco De Doctor Who

    abril 3, 2017 #1 Author

    Eu acho legal, porque rompe as barreiras do preconceito e mostra a igualdade entre todos e o respeito. 🙂 Afinal #SomosTodosWhovians #SomosTodosIguais

    Responder

  • TudoJunto

    abril 3, 2017 #2 Author

    Genial, meio que é uma personagem que você se torna errado em não gostar, por se mulher e estarmos em uma época de igualdade dos sexo e respeito (Feminismo), ser afro-descendente em uma época que é errado você pegar as qualidade e caráter da pessoa pela cor (Antirracismo) e ser homossexual em uma época que se deve respeitar e compreender melhor (Movimento LGBT). Interessante, estou interessado em saber como irão desenvolve-la.

    Responder

  • Katsuya

    abril 3, 2017 #3 Author

    Isso é ótimo para a representatividade

    Responder

  • Ana Elisaete

    abril 5, 2017 #4 Author

    Estou curiosa para conhece-la!

    Responder

  • caixinha nerd

    abril 6, 2017 #5 Author

    Incrível, cada vez mais sinto vontade de conhece-la . Confesso que no início fiquei receoso com uma nova companion, mas cada vez mais gosto dela.
    E como Whobian recebo ela de braços abertos

    Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *