O escritor Patrick Ness, criador do spin-off de Doctor Who, Class, confirmou que não vai mais escrever episódios da série. A BBC não comentou... Criador de Class demite-se da série, mas BBC não cancela spin-off

ness3

O escritor Patrick Ness, criador do spin-off de Doctor Who, Class, confirmou que não vai mais escrever episódios da série.

A BBC não comentou oficialmente sobre o futuro da série, que foi lançada no canal on-line BBC Three no outono europeu de 2016 e transmitida na BBC America em 2017. No entanto, com o criador da série agora abandonando o show, parece cada vez mais improvável que uma segunda temporada seja feita.

Ness confirmou sua demissão de qualquer série falando da seguinte maneira: 

Decidi há pouco tempo que, com inacreditável pesar, eu não vou mais escrever Class, mesmo que uma segunda temporada vá adiante. Tem sido a MELHOR experiência. Amei e estou muito orgulhoso do show e do que fizemos. Meu coração queima de felicidade.

 

No entanto, nós deveríamos estar filmando desde já. Com os novos ciclos de Who, nós deveríamos muito estrear antes de 2019, mas não estamos. E isso é apenas TV, e é assim que funciona! Sem nem um pouquinho de ressentimento.

 

E que grande experiência. Um enorme “obrigado” à BBC Three e à BBC America, por seu amor e entusiasmo por Class. BBC America, em especial, absolutamente ama a série.

Class foi criada para atingir o público jovem-adulto e foi inicialmente lançada no Reino Unido em plataforma on-line. O projeto foi parte da iniciativa da BBC de servir os consumidores jovens-adultos focando no conteúdo on-line, uma decisão que levou ao fechamento da BBC Three em canal televisivo.

Era esperado que o conteúdo original em alta qualidade levasse a audiência jovem para a estação on-line, que se esforçou para causar algum impacto no mercado. No entanto, a decisão significou que Class foi inicialmente assistida por uma fração da audiência que teria tido se fosse no canal de TV.

class-episode-6-04

A série foi depois transmitida na BBC One, mas como um programa tarde da noite, que sofreu para ter audiência, tendo resultado por volta de apenas um terço da média do horário.

Ness, na sua conta pessoal de Twitter, disse que ficou perplexo com as decisões de agendamento da BBC One, dado que Class teria sido “criticamente aclamado”, mas reiterou estar agradecido pela chance de fazê-lo.

Ele comentou sobre alguns de seus planos para uma segunda temporada, os quais não serão mais realizados:

Se eu tivesse uma segunda temporada, guerra civil planetária com Anjos Lamentadores (Weeping Angels), Quill teria um filho perigoso, Charlie e Matteusz sem camisa cortando madeira. Então, sim, estou realmente triste, o mais triste que já estive em minha carreira, mas é a decisão correta.

class-episode-4-23

Ness também homenageou os fãs da série e o elenco:

Que homem de sorte eu tenho sido por ter sido capaz de fazer um programa do qual sinto tanto orgulho e por trabalhar com pessoas maravilhosas. Nunca sequer sonhei com isso. Então muito obrigado a todos que assistiram, e amaram, e discutiram a respeito, e assistiram de novo. Vocês fizeram meu coração se encher. E penso, de verdade, que meu elenco vai estar formidável nos próximos anos.

class-episode-6-02

Fonte: Doctor Who News

Djonatha Geremias News Translator

Não sou Colônia Sarff, mas vivo caçando notícias sobre Doctor Who, com ajuda do Circuito de Tradução da TARDIS. Jornalista cultural, escritor catarinense, roteirista de série e whovian de alma. Para ler todas minhas postagens, clique aqui.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *