Depois dos rumores, foi confirmado que Doctor Who vai ter dois episódios gravados nos Estados Unidos. O programa vai quebrar um costume desde 2005,...

Depois dos rumores, foi confirmado que Doctor Who vai ter dois episódios gravados nos Estados Unidos.

O programa vai quebrar um costume desde 2005, e abrirá a temporada com um episódio duplo, escritos por Steven Moffat.

Na estória, o Doutor, Amy e Rory chegam no estado do Utah nos anos 1960 e acabam numa aventura que também envolve a enigmática River Song.

O comunicado segue abaixo:

“A BBC anunciou hoje que Doctor Who, que conseguiu audiência recorde na BBC America mais cedo neste ano, terá sua sexta temporada aberta com um episódio de duas partes espetacular que se passa nos EUA e foi escrito por Steven Moffat.

Nas duas partes, co-produzidas com a BBC America, sequências-chave serão filmadas no Utah para uma estória situada no fim dos anos 1960, na qual o Doutor, Amy e Rory acabam com uma ordem secreta que os leva para uma aventura que sai do deserto no Utah, diretamente para o Salão Oval.

A produção dos episódios começa em Cardiff nesse mês, e Matt Smith, Karen Gillan e Arthur Darvill irão então viajar para a América em meados de novembro para filmar as cenas. Alex Kingston também se juntará a eles para reprisar seu papel como River Song.

Produtor principal do programa e escritor chefe, Steven Moffat, disse: “O Doutor já visitou todo planeta estranho ou maravilhoso que você possa imaginar, então ele iria acabar indo à América eventualmente! E claro que todo fã de Doctor Who irá pestanejar e dizer que ele já esteve na América antes. Mas não de verdade, não em locação – e não com uma história como essa! Oh, esperem para ver!”

Piers Wenger, Chefe do Departamento de Drama da BBC Wales e Produtor Executivo, adicionou: “Os scripts do Steven geralmente nos inspiram a ir um pouco mais longe – dessa vez nós estamos indo muito mais longe. Graças aos nossos amigos da BBC America e a contínua ambição de nosso escritor-chefe e equipe de produção, os dois primeiros episódios da segunda temporada de Matt Smith como o Doutor vão ser globais e parece que vai ser o episódio de estréia de temporada mais cheio de ação e ambicioso até hoje”.

A filmagem da temporada está sendo feita em Cardiff e vai até Março de 2011.

Post traduzido e editado de: doctorwhotv

Universo Who

Publicações feitas por colaboradores que em algum momento fizeram parte da história deste site desde 2009, mas que não mais fazem parte do projeto.

  • Paty

    outubro 10, 2010 #1 Author

    Eu preferia que fossem a um país diferente, mas exótico e tals, mas… não sendo como o Daleks in Manhattan ou aquele desenho Dreamland está bom kkk De qualquer forma, veremos River, isso já vale muito! o/

    Responder

  • Tais

    outubro 10, 2010 #2 Author

    Fiquei mais feliz pela River Song estar nos 2 primeiros eps do que qq outra coisa, e concordo coma Paty, não sendo igual aquele desenho chato e Daleks in Manhattan tá ótimo

    Responder

  • petraberg

    outubro 10, 2010 #3 Author

    > Uau, “desta vez estamos indo muito mais longe”! Mal posso esperar! Éu adoro episódios duplos e, então, logo de cara vamos ter um! O Moffat não deixa escapar nenhuma chance de ar-ra-sar!

    > Não entendi: ““A BBC anunciou hoje que a sexta temporada de Doctor Who, que conseguiu audiência recorde na BBC America mais cedo neste ano”. Mais cedo este ano: que isto quererá dizer?

    > Embora no Brasil (sobretudo nós, os que curtem mais as série britânicas) muita gente menospreze o padrão americano de filmes e séries, temos de ser realistas: o império americano dita as regras em nossos dias. Assim, é muito importante para DW ter grande audiência por lá. No que diz respeito a nós, se isso acontecer, significa mais dinheiro para investir na série e muitos e muitos anos de duração. Eu não vou reclamar nem um pouco disso.

    Responder

  • petraberg

    outubro 10, 2010 #5 Author

    Uai, eu gostei do desenho de DW no deserto. Lá houve até mesmo uma crítica bem-humorada ao jeitão beligerante dos americanos. Na verdade eu gostei bastante.
    E também gostei do episódio em Manhattan. Não é o meu predileto da série, mas foi ok. Será que foi o híbrido homem-porco que desagradou tanto? Era uma modificação genética para escravizar os homens e fazê-los trabalhar para os Daleks. É bom lembrar que eles não tem braços funcionais… Foi o Dalek com aquelas minhocas vitaminadas no rosto que causou tanta repulsa? Eu achei legal, porque ele acabou se humanizando em parte.

    => Aliás, MATHEUS, me tira uma dúvida: aquele Dalek que enloqueceu (a risadinha dele foi o máximo!), o que estava por trás de Bad Wolf, era este Dalek de Manhattan, que ficou misturado com um ser humano?

    Responder

    • Matheus Carvalho

      outubro 11, 2010 #6 Author

      Petra…Não lembro, tenho que rever esse episódio…Quem lembrar ai diz que tambem fiquei curioso…

      Responder

    • Eddy

      outubro 11, 2010 #7 Author

      Não. O Dalek que elouqueceu (Dalek Caan, no Journey’s End, nada a ver com Bad Wolf) enlouqueceu por causa do dano que sofreu ao quebrar a barreira que impedia seres de viajar no tempo para mudar o destino da Time War. Ele fez isso ao fugir do Doctor em Daleks of Manhattan e queria salvar o Davros para recriar a raça dalek.

      Responder

      • Eddy

        outubro 11, 2010 #8 Author

        Complementando: o que ficou misturado com um ser humano foi morto pelos outros daleks por ser “impuro”. Dois daleks morreram ao ser atacados pelos escravos. O único sobrevivente foi esse que eu citei acima.

        Responder

    • andreiawho

      outubro 11, 2010 #9 Author

      Petra, o que enloqueceu foi o Dalek Caan, o que fugiu no fim de Evolution of the Daleks

      Responder

    • Nan

      outubro 11, 2010 #10 Author

      acho que te estas a referir ao dalek caan, nesse caso o que te posso dizer é que ele foi o unico dos que sobreviveu nesse episodio

      parabens pelo site xP

      Responder

    • Goncas Crazy

      outubro 11, 2010 #11 Author

      Petra, está confundindo as coisas…

      Esses dois Daleks do Culto de Skaro (o que elonqueceu – Dalek Caan – e o que foi transformado em híbrido – Dalek Sec) não se cruzaram com o Imperador Dalek, o que aparecia no “Bad Wolf” pois este fugiu da Guerra Temporal diretamente para o século 200 (eu acho) enquanto que os do Culto de Skaro fugiram para o Vazio na sua nave-Vazio (se bem se lembra do final da 2ª temporada) e acabaram no século 21.

      Responder

  • Hugo Cesar

    outubro 11, 2010 #12 Author

    Episódio duplo começando a temporada é pra matar os fãs do coração desde o início né…

    Responder

  • Ruben

    outubro 11, 2010 #13 Author

    Alguém me sabe dizer quando começa Torchwood?

    Responder

  • Bianca Cavani

    outubro 11, 2010 #16 Author

    Sobre a dúvida a respeito do Dalek que enlouqueceu: ele era o Dalek Caan; e o Dalek híbrido de Manhattan era o Dalek Sec. (Eu também fazia essa confusão e revi o episódio para saber.)

    Esse epi duplo de estreia vai ganhar a América. Doctor, Amy e Rory são atores que agradam ao padrão estético americano, e sobre os roteiros de Moffat só tenho uma palavra para ele: geniais.

    E olha só, sabe quando um filme americano, britânico, etc., menciona alguma coisa do Brasil? Ou tem um ator brasileiro no cast? O filme faz o maior sucesso por aqui. Os americanos são iguaizinhos, gente.

    E como a Petra disse: sucesso nos USA = mais dinheiro e longevidade para a série. Eu não quero outra coisa.

    Responder

  • Bianca Cavani

    outubro 11, 2010 #17 Author

    Ah, legal, Eddy: eu vi que Caan e Sec eram dois Daleks diferentes, mas ainda não tinha entendido o lance do enloquecimento do Caan. Certo, voltou à Guerra do Tempo e teve aquele efeito colateral…
    Eu também amo a risadinha desvairada dele; fiquei torcendo para ele se salvar, tadinho, rsrs.

    Responder

    • Eddy

      outubro 12, 2010 #18 Author

      Sim, é um dos 3 motivos que o Doctor lista para não ir mudar o destino da Time War. Os motivos são: 1) O paradoxo é muito grande e pode trazer os Reapers (Father’s Day), 2) Por mais que ele possa controlar as leis do tempo para isso não acontecer (Waters of Mars), isso pode custar a sanidade dele ou a vida (Journey’s End) e 3) Mesmo que ele esteja disposto a se sacrificar por isso, os Time Lords se tornaram monstros (The End of Time)

      Responder

  • petraberg

    outubro 11, 2010 #19 Author

    Obrigada pela explicação, pessoal. A confusão foi desfeita. É que naquela apoteose do Bad Wolf aconteceu tanta coisa ao mesmo tempo: revelação de que tudo havia sido maquinado pelo Dalek insano, Donna virou Doctor Donna, surgiu um clone do Doctor, todos os companions reunidos, retorno de Davros, tiro de cá, tiro de lá, ufa, perdi a explicação sobre o Caan.
    Também fui dar uma rememorada na terceira e quarta temporadas, mas, ô meu Deus, pra que eu fui fazer isso? Agora tá voltando aquela paixonite pelo Tennant, e eu já tinha quase superado…

    Responder

  • William Barch

    outubro 16, 2010 #20 Author

    Na verdade, já houve um especial que se passava na Área 51, nos EUA, embora tenha sido em desenho animado (Dreamland).

    Responder

    • Matheus Carvalho

      outubro 16, 2010 #21 Author

      Justamente, Doctor Who já esteve nos EUA outras vezes, Daleks In Mahanttan, o do Dalek da primeira temporada…Mas nunca teve locação nos EUA.

      Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *