Três décadas atrás, na véspera de aniversário de 24 anos de Doctor Who, a transmissão de um episódio do 4º Doutor foi interceptada por um maluco... ASSISTA – Há 30 anos, hacker invadia transmissão de Doctor Who na véspera do aniversário

headroom

Três décadas atrás, na véspera de aniversário de 24 anos de Doctor Who, a transmissão de um episódio do 4º Doutor foi interceptada por um maluco mascarado durante 90 segundos, chamando a galera de “nerd”.

O site Tecmundo trouxe esta semana uma curiosidade muito interessante sobre nossa série favorita. A pauta, na verdade, é sobre o famoso ataque de um mesmo hacker em dois canais de TV norte-americanos na noite de 22 de novembro de 1987 – um deles transmitia um episódio clássico de Doctor Who.

Resumindo

Um sujeito passou 20 segundos intrometendo-se ilegalmente em um canal, em que passava um programa de esportes, e depois 1min30s no outro canal, onde passava Doctor Who.

O cara vestia uma máscara do britânico Max Headroom, um apresentador “digital” (de mentirinha) de sucesso dos anos 80, e ficou falando uma porção de asneiras aparentemente sem sentido.

No primeiro ataque, ele parecia estar apenas testando a intercepção, provavelmente com a aquisição de caros e potentes aparelhos, que até hoje não foram identificados.

O ataque maior e com uma “mensagem” veio mesmo na intercepção de Doctor Who, que estava na véspera de completar aniversário de 24 anos desde a estreia em 1963. O episódio era do arco 092 – Horror of Fang Rock.

“Acabei de fazer uma grande obra-prima para todos os maiores nerds jornalistas do mundo!”

Trata-se de um caso sem solução até hoje…

Veja o vídeo

Assista abaixo ao vídeo da intercepção de Doctor Who no canal WTTW às 21h15min:

Sinistro, não?

Ah… quem sabe foi assim que o Doutor teve aquela ideia…

silent kill us

Para conhecer melhor essa história com muito mais detalhes, acesse aqui a matéria do Tecmundo, que deve ter tido um trabalhão para montar.

Djonatha Geremias News Translator

Não sou Colônia Sarff, mas vivo caçando notícias sobre Doctor Who, com ajuda do Circuito de Tradução da TARDIS. Jornalista cultural, escritor catarinense, roteirista de série e whovian de alma. Para ler todas minhas postagens, clique aqui.

No comments so far.

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *